Você sabe como funciona a TV corporativa? Por mais que esse canal de comunicação tenha um grande poder de informar e potencializar oportunidades de negócio, muitos gestores não lhe dão a devida atenção.

Dentro de toda organização, existe uma dificuldade de repassar informações entre os colaboradores de forma eficiente, sendo que, muitas vezes, é utilizado o e-mail corporativo, um canal pouco acessado pela maioria das pessoas.

Uma solução viável, com um ROI — Retorno sobre o Investimento — positivo seria a utilização da TV corporativa como meio de difusão de dados e informações, atraindo maior atenção dos colaboradores. Saiba mais sobre o assunto a seguir!

Como funciona a TV Corporativa?

A TV corporativa funciona, basicamente, como um mural eletrônico, no qual é possível disseminar conteúdo próprio e do interesse da organização, previamente programado. Existem várias formas de ela ser implementada, sendo que pode-se utilizar softwares de gerenciamento remoto, conectando vários dispositivos e gerenciando o conteúdo a ser exibido com o auxílio de plataformas em nuvem.

Seu principal objetivo é levar informação útil até quem deve recebê-la, de forma simples e direta, gerando produtividade e engajamento, por meio de uma tecnologia sustentável.

De tal maneira, dentro de um determinado contexto, é possível transmitir informação diretamente a quem tem interesse, conquistando a atenção dos colaboradores.

Dentro dos dados transmitidos, podem ser inseridas informações gerenciais, notícias profissionais, mensagens para uso consciente dos recursos de trabalho, aniversariantes, entre outros. As possibilidades são várias.

Quais as vantagens da TV corporativa?

Existem várias vantagens em investir nesse modelo de comunicação interna, sendo que separamos algumas delas.

1. Novos modelos de mídia

A comunicação utilizando alguns canais, como e-mail corporativo ou mensagens, acaba por ser limitada por conta do próprio canal. Já quando falamos em TV corporativa, as formas de se comunicar são mais variadas.

Com o uso de novos modelos de mídia, é possível passar informações com a inserção de imagens, textos, fotos, vídeos, gráficos e vários outros formatos de comunicação dinâmicos e atrativos.

Dessa forma, a audiência — seus colaboradores — se sentirá muito mais interessada em prestar atenção às mensagens que estão sendo passadas, e a comunicação se tornará mais eficiente.

2. Atualização

Formatar e enviar comunicações a todos os colaboradores é algo que demanda tempo, além de que é preciso que todos eles tenham acesso aos dados para estarem atualizados.

Ao utilizar a TV corporativa, sempre que uma nova informação for inserida na sua programação, ela já circulará e chamará a atenção de todos. Ou seja, nesse modelo, a comunicação é mais dinâmica e a troca de conteúdo é rápida.

3. Distribuição por vários pontos

Veicular uma mensagem por todos os ambientes da empresa utilizando murais tradicionais pode ser algo dificultoso, porém, é muito mais simples com a utilização de um sistema de TV corporativa.

É possível instalar aparelhos em pontos estratégicos da empresa e realizar uma distribuição uniforme das informações em apenas uma atualização. Da mesma forma, é viável criar programações específicas para determinado setor, priorizando informações que sejam mais importantes para o departamento.

4. Gestão de conteúdo

Repassar informações por mídias tradicionais de comunicação corporativa é um grande desafio, pois não é fácil gerir o que foi enviado, impresso ou entregue, sendo uma das falhas comuns na troca de dados dentro das organizações.

Uma TV corporativa conta com uma plataforma de gestão, na qual é possível montar e atualizar a programação, tendo um controle muito maior do que já foi difundido e do que precisa ser realizado.

5. Sustentabilidade

A palavra sustentabilidade está cada vez mais em foco dentro das organizações, não apenas como meio de contribuir para a manutenção de nosso planeta, mas também como chave para a redução de custos.

Ao utilizar-se da TV corporativa, elimina-se a impressão de comunicados e diversos outros materiais, garantindo uma comunicação muito mais sustentável e barata.

6. Logística

Outra grande dificuldade de muitas empresas é a logística da informação, quando existem várias filiais, ou determinados setores estão localizados em outros prédios e endereços.

A TV corporativa mantém um sistema de gerenciamento remoto, no qual é possível controlar a programação disponibilizada nos equipamentos, independentemente de sua localização.

7. Baixo investimento

Novos investimentos não são vistos com bons olhos pelos gestores, que, na sua maioria, buscam reduzir custos sempre.

No caso da TV corporativa, existe um baixo investimento para aquisição, de modo que é possível encaixá-la em qualquer orçamento, além de trazer vários benefícios. O custo se paga com a redução de problemas de comunicação e a extinção da impressão de panfletos e comunicados em geral.

8. Segmentação

Segmentar o público interno é outro grande problema de quem utiliza comunicação tradicional, como murais físicos e e-mails, uma vez que todos têm acesso, e mesmo listas fechadas necessitam de constante atualização.

Com a TV corporativa, é possível criar diversas programações diferentes de acordo com o local em que está localizado o dispositivo, repassando apenas dados interessantes para cada setor.

Como implementar a TV corporativa?

Implementar uma TV corporativa é uma tarefa relativamente simples, lembrando que a ajuda profissional é sempre uma boa ideia para poupar tempo e garantir a qualidade de todo o sistema. Basicamente, a implantação passa por três passos. A seguir, veja quais são!

Escolha da plataforma

O primeiro passo é escolher qual será a plataforma utilizada para a gestão de seu conteúdo, já que existem vários fornecedores de soluções como essa, hoje, no mercado.

O ideal é fazer testes, conhecer a plataforma, verificar questões de gerenciamento e utilização de computação em nuvem e conversar com atuais clientes.

Escolha do hardware

A escolha do hardware pode ser feita em conjunto com o fornecedor da plataforma, uma vez que é possível que haja certas limitações de acordo com o sistema escolhido. Geralmente, o conjunto de hardware pode ser composto por um aparelho de TV com comunicação via internet.

Escolha do conteúdo

Por último, e muito importante, está a criação do conteúdo que será exibido nos aparelhos. Montar uma programação do zero é um desafio, mas, após a primeira publicação, isso se tornará cada vez mais simples.

Chegamos ao final deste post e esperamos ter respondido a maior parte de suas dúvidas acerca do que é e de como funciona a TV corporativa, além das vantagens que essa tecnologia pode trazer para a comunicação interna de sua empresa.

A Think Digital está comprometida com a melhor experiência de seus clientes e conta com uma equipe diferenciada. Entre em contato conosco e veja como podemos ajudar você no desafio de montar sua TV corporativa!