Business Intelligence

Por que o Business Intelligence é um diferencial de mercado?

By fevereiro 6, 2019 No Comments

Para muitas organizações em todo o mundo, está cada vez mais claro que, para liderar o mercado e conquistar a preferência de clientes e stakeholders, as soluções baseadas em Business Intelligence (BI) são indispensáveis.

Esse conceito foi criado em referência aos conjuntos de ferramentas usadas por uma empresa para otimizar o seu desempenho por meio do uso inteligente das informações disponíveis.

Importantes diferenciais podem ser obtidos a partir de ferramentas que permitem um controle absoluto das informações, possibilitando gerenciá-las de forma eficaz, a fim de compreender sua situação atual, levantar possíveis cenários futuros e embasar decisões lastreadas em fontes verificáveis e dados acionáveis.

Pensando nisso, abordamos ao longo deste artigo, as principais informações sobre esse tema tão importante para alavancar os resultados do seu negócio. Boa leitura!

Principais diferenças entre Business Intelligence e ciência de dados

Há pouco tempo, o Business Intelligence era considerado um elemento de luxo pelo qual apenas as grandes corporações podiam pagar. Todavia, os dados estão se convertendo em algo habitual e acessível. Sua enorme variedade e quantidade permite que as empresas transcendam suas próprias informações e adquiram novos conhecimentos.

Entretanto, ainda estamos presenciando o início da utilização da ciência de dados como recurso essencial, à medida que ela permite que as organizações deixem de se limitar à retrospectiva e à análise de seus próprios dados e passem a ser preditivas, proativas e empíricas.

Sem embargo, mover-se do tradicional BI para a ciência de dados é um grande, porém necessário, esforço para se tornar uma empresa orientada por dados (o famoso “data-driven”). As principais diferenças entre ambas são:

Perspectiva

Os sistemas de Business Intelligence são projetados para “olhar para trás” com base em dados reais de eventos reais. A ciência de dados, por sua vez, “olha para a frente”, interpretando informações para prever o que pode acontecer no futuro.

Foco

O BI oferece relatórios detalhados, KPIs e tendências, mas não indica como esses dados serão no futuro. A ciência de dados faz isso na forma de padrões e por meio da experimentação.

Processo

Os sistemas tradicionais de Business Intelligence tendem a ser estáticos e comparativos. Eles não oferecem espaço para explorações e experimentações, em termos de como os dados são coletados e gerenciados.

Fontes de dados

Devido à sua natureza estática, as fontes de dados de BI tendem a ser previamente planejadas. A ciência de dados oferece uma abordagem muito mais flexível. Isso significa que as fontes de dados podem ser adicionadas ao longo do caminho, conforme necessário.

Transformação

A maneira pela qual os dados representam um diferencial competitivo também é fundamental. O Business Intelligence ajuda a responder perguntas que você conhece e, portanto, é capaz de elaborar.

A ciência de dados ajuda a descobrir novas perguntas devido à forma pela qual incentiva as empresas a aplicarem os conhecimentos sobre novos dados.

Qualidade dos dados

Qualquer análise de dados será tão boa quanto a qualidade dos dados que você utilizar. O BI fornece uma visão única da verdade, enquanto a ciência de dados oferece muito mais precisão, nível de confiança e probabilidades com suas descobertas.

Uso prático

No passado, os sistemas de Business Intelligence eram operados pelos departamentos de TI, que se encarregavam de enviar as informações para os analistas que as interpretava. Com a ciência de dados, os analistas estão no comando.

As novas soluções de Big Data e Business Intelligence são projetadas para serem produzidas pelo analista, que gasta muito pouco tempo coletando e armazenando os dados e, na maioria das vezes, analisando e fazendo previsões sobre as quais basear as decisões de negócios.

Valor comercial

A análise dos dados deve embasar as decisões empresariais no melhor interesse do negócio, o que significa demonstrar valor no aqui e agora, além de gerar insights sobre futuras tendências de mercado. A ciência de dados está muito mais bem posicionada para fazer isso do que o BI.

Diante do exposto, não surpreende que muitas organizações demonstrem interesse em aumentar investimentos em estratégias que unam, por assim dizer, “o melhor de dois mundos”, convergindo as aplicações de Business Intelligence e ciência de dados para construir diferenciais de mercado que se sustentem em longo prazo.

Vantagens de utilizar o Business Intelligence

Conforme mencionado, BI é a transformação de dados em informações relevantes para a tomada de decisões de negócios. Contudo, as vantagens inerentes à sua implementação vão muito além disso, incluindo:

Elevação da eficiência

Muitas empresas perdem um tempo valioso na busca de informações, compilando dados de departamento em departamento. Desse modo, dados podem ser obtidos e relatórios podem ser produzidos.

Entretanto, com o Business Intelligence, as informações podem ser trabalhadas em uma plataforma centralizada, o que economiza tempo e torna mais eficiente o processo de tomada de decisões.

Obtenção de respostas rápidas

Diferentemente do que acontece em um sistema com muitos relatórios separados, a centralização que fomenta o BI permite obter respostas em questão de minutos. Assim, por exemplo, um relatório de BI pode conter informações centrais sobre vendas, desempenho de ações de marketing, custos, estoques, canais de distribuição etc.

Acesso a informações precisas

Com as soluções de Business Intelligence, as decisões são tomadas com base em dados objetivos, não em palpites ou em intuição. Com efeito, informações adequadas e bem estruturadas permitem que as decisões sejam tomadas a partir dos conhecimentos produzidos pela própria empresa

Conhecimento do comportamento dos consumidores

O Business Intelligence permite encontrar e analisar os hábitos de compra dos consumidores. Tais informações são úteis ao ponto de se traduzirem em rentabilidade para a empresa. Além disso, é possível tornar as campanhas de fidelização mais eficazes, construir modelos preditivos para facilitar o upselling, realizar promoções e outras estratégias.

Cumpre ressaltar, por fim, que os investimentos financeiros, embora importantes, são secundários quando comparados à necessidade de mudar o mindset da empresa para realmente ter sucesso com o Business Intelligence. Comprovações e cases de sucesso devem ser introduzidos para convencer todos os envolvidos a mudar para uma cultura orientada a dados.

Gostou do artigo? Então, compartilhe este post nas redes sociais e contribua para que outros empreendedores conheçam a importância do Business Intelligence na geração de diferenciais competitivos!